sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Transbordando as veias de Tay Pichín


A água chegou do céu e banhou a todos no monte
e a mágica despertou no rio que antes era seco
agora como uma veia de pachamama as asequias
transbordam essa aguita fresca por todas as partes.
A abundancia é tamanha que as estradas agora são lagoas
e os caminhos piscinas para sapos e zorros.
Irradio o som das ondas de um rio poderoso 
que no momento justo expressa o seu vigor,
o fresco movimento que penteia os arbustos
e as pedras agora se movem em una gran fiesta.
A terra antes clara e arenosa
agora escura e nutritiva.
Os andes nos enviaram desde a amazônia
essa benção em incontáveis gotas 
que banham o nosso sonho sagrado
de despertar o fluido ser que brota
em nosso coração direto para Nacion Pachamama.

Com carinho Aguilares do Monte

Um comentário:

Paulinho disse...

río san marcos, que bueno verte despierto...